Nordeste & Missão

O Nordeste é o maior desafio missionário da igreja brasileira. Ao mesmo tempo, por causa da alegria, fibra e criatividade de sua gente, é o maior potencial ainda não mobilizado, da própria igreja, para missões. Veja alguns números:
  • É a 2ª região mais populosa do Brasil (51 milhões hab.) e a que possui a menor porcentagem de evangélicos (13%);
  • É onde está a maioria (71%) das cidades menos evangelizadas do Brasil. Das 485 com menos de 3% de presença evangélica, 343 estão no interior nordestino;
  • Das 258 tribos indígenas brasileiras, 39 estão no Nordeste e, destas, 29 ainda não têm uma igreja capaz de evangelizar seu próprio povo sem ajuda externa;
  • Das 724 comunidades quilombolas (descendentes de africanos), 523 estão no Nordeste e onde, em sua grande maioria, ainda não existe uma igreja.
O Sertão é a mais próxima e negligenciada fronteira da igreja brasileira. Longe dos olhos, às margens das iniciativas e estigmatizadas como “campo resistente”, centenas de comunidades rurais, onde vivem mais de 10 milhões de pessoas, clamam ano após ano por uma oportunidade relevante de ouvir o Evangelho.
busca aguaHistoricamente estas cidades do sertão têm sido classificadas como “resistentes” ao avanço da igreja evangélica devido à idolatria. Dados do IBGE, contudo, revelam um forte crescimento dos “sem religião” na
última década, fazendo com que este grupo já seja o segundo mais numeroso em várias destas pequenas cidades. Juripiranga (9.500 hab.), no agreste Paraibano, com 22% de “sem religião”, é um exemplo.
A Paraíba, com 84 municípios com menos de 3% de presença evangélica, é o Estado mais carente do Evangelho no Brasil!
Mas a Paraíba também é estratégica para o avanço do Reino de Deus na região pois é o centro geográfico do Nordeste. Partindo de João Pessoa, num raio de 700 km, temos 5 outras capitais, vários pólos regionais, como Campina Grande, Mossoró e Caruaru e centenas de pequenas cidades do sertão.

Fonte :http://www.teleios.com.br/brasil/nordeste/nordeste/

Estão abertas as inscrições para o 65º Projeto Missionário

Estão abertas as inscrições para o 65º Projeto Missionário que ocorrerá na cidade de Lagoa de São Francisco, Piauí, de 05 a 26 de Julho de 2016.





Para saber mais informações vá click no site : http://juvep.com.br/

66 vidas aceitam Jesus em Barra de Santa Rosa no Curimataú Paraibano

No dia 30 de abril, a cidade de Barra de Santa Rosa, no Curimataú paraibano recebeu uma equipe com mais de 50 pessoas da Igreja Assembleia de Deus em Campina Grande para a realização de um avanço evangelístico.
No período da tarde, uma ação social chamou a atenção dos moradores, que foram atendidos em serviços de saúde, como aferição de pressão e teste de glicose, além de cortes de cabelo.
Alguns integrantes da equipe Mãos Dadas saíram às ruas distribuindo literaturas cristãs e evangelizando a população. Enquanto outro grupo bem animado ficou responsável pelas crianças, que cantaram louvores e aprenderam um pouco mais sobre Jesus. Ao todo, 25 crianças e 38 adultos foram alcançados naquela tarde.
À noite aconteceu a Cruzada Evangelística ‘Jesus, a única esperança’. Com muito louvor e adoração, os moradores desfrutaram de momentos valiosos na presença de Deus. O pastor Daniel Nunes, presidente da IEADCG e COMEAD-CGPB, ministrou a Palavra a um público sedento por Jesus e os resultados foram vistos na hora do apelo, com três vidas se entregando ao Pai.


Fonte:http://adcampinagrande.com.br

Feliciano e Malafaia criticam decisão do STF sobre Cunha

O afastamento de Eduardo Cunha do posto de presidente da Câmara dos Deputados nesta quinta (5) teve ampla repercussão na mídia. Enquanto muitos comemoravam, um pequeno grupo lembrava que os procedimentos constitucionais não foram seguidos e que o procurador geral da República, Rodrigo Janot, e o ministro do STF, Teori Zavascki, sendo do judiciário não poderiam intervir no Legislativo.
O deputado federal pastor Marco Feliciano (PSC/SP), usou o Facebook para emitir seu protesto em um longo texto.
Ele insiste que o artigo 55 da Constituição Federal diz claramente que no caso de “sentença penal condenatória transitada em julgada, a perda do mandato será decidida pela Câmara dos Deputados ou pelo Senado Federal, por maioria absoluta, mediante provocação da respectiva Mesa ou de partido político com representação no Congresso Nacional”. Ou seja, as disputas do legislativo se resolveriam no âmbito do Poder Legislativo.
Mesmo assim, Zavascki decidiu “suspender” o mandato de um deputado eleito. O motivo da liminar é que Cunha, como presidente da Câmara dos Deputados, não reunia “condições pessoais mínimas” para ocupar o cargo de Presidente da República, caso Temer venha a ser presidente nos próximos dias.
Para Feliciano, trata-se de uma violação das leis do país, pois Dilma não foi afastada ainda. Logo, Cunha não está na linha sucessória. “Considero extremamente perigosa e desastrosa a decisão do ministro Teori Zavascki, simplesmente por não ter lastro constitucional que a fundamente”, escreveu Feliciano.
O pastor reconhece as acusações contra o colega deputado, em momento algum dizendo que ele não deveria ser investigado e julgado. Contudo, lembra que “não há condenação transitada em julgado”, logo a decisão é precipitada.
Ele finaliza de maneira enfática: “Considero uma afronta desrespeitosa e intolerável à Constituição Federal de 1988, que reuniu ferramentas reprimidoras de excessos, como este, que o Supremo praticou. Entendo que o ministro extrapolou limites na sua decisão, não observando preceitos constitucionais mínimos de freios e contrapesos”.
Quem também se manifestou através das redes sociais foi Silas Malafaia. Como é seu costume, não mediu palavras para externar sua revolta com o ocorrido. “Não tenho medo de opinião pública, nem publicada”, disse ele logo no início do vídeo publicado no Youtube.
Reconheceu que apoiou Eduardo Cunha em sua campanha a deputado, mas que na época “não havia nenhuma denúncia” contra ele. Frisou ainda: “Sempre fui a favor do afastamento de Dilma, Renan e Cunha, mas pelo viés legal”.
Contrariado com a decisão de Teori, classificou a decisão de arbitrária. “Uma caneta de um juiz afasta um deputado? Nunca vimos isso na história”. Assim como Feliciano, Malafaia entende que o processo contra Cunha não seguiu os procedimentos constitucionais.


Fonte https://noticias.gospelprime.com.br/

ONU ignora 400.000 pedidos em favor de cristãos

Mais de quatrocentos mil assinaturas foram entregues para as Nações Unidas, pedindo que a Organização declare que existe um genocídio em andamentos contra os cristãos e outras minorias religiosas.
Ignacio Arsuaga, presidente do grupo de defesa CitizenGO, deu uma entrevista em frente à sede das Nações Unidas, em Nova York. “Estamos aqui para entregar mais de 400.000 assinaturas de cidadãos de todo o mundo, pedindo ao Conselho de Segurança das Nações Unidas que declare como genocídio as ações promovidas pelo Estado Islâmico na Síria e no Iraque”.
Para ele, a movimentação é importante por que “esta é uma forma muito eficaz de proteger cristãos e outras minorias religiosas, que estão sendo discriminadas, massacradas e sofrendo perseguição naquela parte do mundo”.
Toda a documentação foi protocolada no escritório do Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon no início do mês. Conjuntamente com um pedido ao presidente do conselho de segurança, Le Jieyi, e a todos os estados membro da ONU.
Estavam presentes, líderes cristãos, como o arcebispo Jean-Clément Jeanbart de Aleppo, Síria. A CitizenGO trabalha com a mobilização de petições on-line.
A entrega das assinaturas fez parte da conferência sobre liberdade religiosa internacional, que tinha como título “Somos todos Nazarenos”. Na internet, foi usada a hasgtag #WeAreN2016, a versão atual de uma campanha on-line que existe desse 2014.
A petição, que não teve uma resposta oficial do escritório de Ban Ki-moon, pede que a ONU crie “mecanismos” para proteger as vítimas de genocídio e julgue os responsáveis. Além disso, clama pelo fim da guerra na Síria e que seja posto em prática um plano de ação para que seja assegurado o retorno para casa dos refugiados que assim desejarem.
Estima-se que nos últimos anos, cerca de 80% dos cristãos saíram da região. Além disso, mulheres e crianças foram escravizadas, centenas de mulheres foram estupradas e traficadas, crianças “recrutadas à força”, além de igrejas que foram destruídas e incendiadas.
No Brasil existem iniciativas semelhantes. Pedro Saldanha, Chefe da Divisão de Direitos Humanos do Ministério das Relações Exteriores, se comprometeu a enviar o pedido para o Itamaraty, mas a diplomacia brasileira não demonstra interesse de incluir a  perseguição religiosa nos assuntos encaminhados à Comissão de Direitos Humanos da ONU. Com informações de ACI Digital

Fonte https://noticias.gospelprime.com.br

Audiência Pública do Senado em Natal discutirá Transposição

Audiência Pública solicitada pela senadora Fátima Bezerra discutirá a Transposição do Rio São Francisco na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (AL/RN), segunda-feira (28).  O evento será promovido pela Comissão Temporária do Senado para Acompanhamento das Obras da Transposição e Revitalização da Bacia Hidrográfica do RSF (CTBHSF), em parceria com o Poder Legislativo estadual, Comitê de Ações de Combate à Seca e Frente Parlamentar da Água da AL/RN. O ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, confirmou presença.
Ao solicitar a audiência à CTBHSF, a senadora ressaltou que a ideia é debater a obra e o impacto sobre a vida da população do semiárido nordestino, em especial do RN. Além disso, enfatizou que dado o caráter estruturante da obra para o semiárido nordestino, é fundamental discutir com profundidade os impactos que a mesma provocará em cada um dos estados da região.
Para Fátima, a obra da Transposição representa, sem nenhuma dúvida, a redenção hídrica do Nordeste. “A conclusão da transposição do rio São Francisco em todos os seus eixos representará um fato histórico: pela primeira vez, o povo do Sertão não vai precisar contar quantos dias já se passaram desde a última chuva ou contar quantos copos d’água seriam utilizados pela família durante aquela semana”, comentou a senadora.
O Governo do Estado, a bancada federal do Rio Grande do Norte, deputados e sociedade civil serão convidados para o debate. O relator da CTBHSF, senador Humberto Costa, do PT de Pernambuco, também confirmou presença no evento.
Fonte: http://portal.fatimabezerra.com.br

CBH quer que Ministério Público Federal investigue “Mercado da Água” em Caicó

Em contato com o Blog do Marcos Dantas nesta noite de quinta-feira (17), o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Piancó/Piranhas/Açu, José Procópio de Lucena demonstrou preocupação com o que ele chega a chamar de “mercado da água”, através da venda de forma indiscriminada de água pela CAERN, chegando a ser comercializada por um preço dez vezes maior do que o pago na Companhia.
Procópio disse que o Comitê vai acionar o Ministério Público Federal ainda nesta sexta-feira (18), para que o procurador Bruno Lamenha possa apurar a veracidade da informação, e consequentemente adotar as medidas cabíveis. “Se a Caern não vem conseguindo garantir água para toda a população caicoense, não pode praticar o mercado da água, onde alguns estão pagando um preço muito menor do que o cobrado pelo metro cúbico”, explicou.

Fonte: http://marcosdantas.com/

João Pessoa vai sediar Feira Agropecuária e Derivados da Paraíba

O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (Faepa), realiza a 48ª Feira Agropecuária e de Derivados da Paraíba.
O evento acontecerá de 20 a 27 de setembro, no Centro de Eventos e Exposição Henrique Vieira de Melo e, conforme a assessoria governamental, visa à realização de negócios para o setor agropecuário, comercialização de animais, máquinas e feno, além de apresentar novas tecnologias para os produtores rurais do Estado.
O tema foi evidenciado no Programa Esperança no Campo e Domingo Rural explicando que serão oito dias de feira dedicados ao agronegócio paraibano, com exposição de máquinas e implementos agrícolas, oficinas, cursos e palestras, julgamentos, shopping de animais, leilão de bovinos, feira de artesanato e de agricultura familiar, praça de alimentação e shows com atrações musicais.
Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

DIALOGA BRASIL

SERIDONEWS

SERIDONEWS 2016 - ALEXLIMA